Início
Pontos Turísticos
Catedral Basilica do Senhor Bom Jesus do Cuiabá

Em 1722 em frente a dois córregos – ponto alto da cidade – a Catedral Basílica do Senhor Bom Jesus de Cuiabá foi construída. Inicialmente levantada de pau-a-pique, a Catedral deu início ao processo de urbanização. Naquela época, para se fundar uma vila era essencial uma igreja e ela não podia ser construída em qualquer lugar.
A partir daí a Catedral passou por várias transformações. Ao passo que a Vila crescia, os representantes dos poderes acharam que a igreja também deveria modificar-se para se igualar a sociedade. Ela passou por reformas, reconstruções, ganhou uma segunda torre, deixou de ser Matriz para passar a ser Catedral. Mas a maior transformação foi em 14 de agosto de 1968, quando a igreja foi destruída por duas descargas de dinamite.
Daí se construiu a Catedral de hoje. Localizada em frente à Praça da República – centro de Cuiabá – com pinturas modernas, duas torres com um relógio em cada, a igreja Catedral Basílica do Senhor Bom Jesus de Cuiabá continua sendo um dos lugares mais visitados da capital. Além de conhecer as novas estruturas os visitantes podem ver imagens do século XVIII como a imagem do Senhor Bom Jesus de Cuiabá, que é dedicado ao nosso Padroeiro, a imagem da Imaculada Conceição e o crucifixo da cátedra do bispo.
O térreo da igreja, onde são realizadas as missas, tem capacidade para 800 pessoas sentadas. No primeiro andar funciona a lavanderia, no segundo as salas de reuniões, no terceiro e quarto andar funcionam a casa paroquial.
Atualmente  a Basílica é administrada por dois padres residentes na própria igreja. Eles têm como função realizar duas missas por dia e três aos domingos. O padre Antônio Edseu da Silva (Cura) é responsável pelas questões Jurídicas. Já o padre Kleberson Paes e Silva (Vigário) auxilia em todas as outras obras.
A igreja é composta por três altares. Do lado direito fica a capela do Bom Jesus Padroeiro. No centro, o altar principal da Igreja, onde são celebradas todas as missas comunitárias e também a Cátedra, reservada ao Bispo. Já do lado esquerdo fica o altar do sacrário do Santíssimo
Cripta.
A cripta fica no subsolo da igreja, na posição da torre da igreja onde se encontra o relógio e os sinos e nela estão enterrados nomes ilustres da Arquidiocese da História de Mato Grosso. É o cemitério das autoridades da igreja católica de Mato Grosso. O local tem acesso livre. Os interessados em visitar a cripta deve informar a secretaria da igreja e nos dias de missa será aberto para visitação.
Saiba quem está enterrado na cripta: 
Dom Carlos Luiz D'Amaur. Ele foi Bispo e Arcebispo. Nasceu na cidade de São Luiz do Maranhão e morreu em Cuiabá no dia 9-7-1921.
Também esta enterrado na cripta o Dom José Antônio dos Reis. Bispo que fundou o Seminário da Conceição em 1858. Ele morreu no dia 2-10-1976, nascido em São Paulo.
Dom Luiz de Castro Pereira, primeiro prelado de Mato Grosso morreu em 1-8-1822.
O fundador de Cuiabá também está enterrado na cripta, pascoal Moreira Cabral leme. Morreu em 10-11-1724.
Miguel Sutil de Oliveira – Fundador do Arraial do Bom Jesus de Cuiabá em outubro de 1722. Ele faleceu em Sorocaba em 18-8-1755 e foi transladado para a Basílica em 1975.
Dom Francisco de Aquino Corrêa foi o único arcebispo Cuiabano. Ele foi o fundador da academia Mato-grossense de Letras, fundador do Instituto Histórico e geográfico, presidente do Estado de Mato Grosso. Foi eleito o bispo mais novo do mundo. Morreu em 22-3-1956.
Dom Orlando Chaves, o arcebispo construtor da catedral. Ele foi o responsável pela transformação que a igreja passou.
O Frei José Maria de Macerata, ele era administrador apostólico da diocese de Cuiabá de 1826 – a 1831

Voltar

SESSÃO AO VIVO
INFORMES

Câmara Municipal de Cuiabá - Rua Barão de Melgaço - Praça Phascoal Moreira Cabral
Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-901 - Fone: (65) 3617-1500
Todos os direitos reservados © 2013 - Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:30hs às 13:30hs.