Início
NOTÍCIAS
19/11/2019
Farmacêutico alerta para os perigos da automedicação
Câmara Municipal de Cuiabá
O Diretor Presidente do Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso Alexandre Henrique Magalhães fez uso da palavra na Tribuna Livre da Sessão Ordinária realizada na manhã desta terça-feira 19, a convite do Presidente vereador Misael Galvão, para explanar sobre as ações do conselho regional de farmácia e da importância da profissão farmacêutica para a saúde da população.

A atuação do farmacêutico está relacionada diretamente a pelo menos outras 135 atividades e não só ao atendimento nas farmácias. A importância desse profissional está ligada também a preocupação “com o crescente índice de intoxicação da população, devido, principalmente ao mau uso de medicamentos”.

O CRF foi fundado em Mato Grosso em 1960 e desde então vem diversificando sua maneira de atuar. Hoje centra sua atividade na inspeção de estabelecimentos, farmácias, hospitais, ambulatórios e outros, desde que trabalhem com a dispensação de remédios. Segundo Alexandre, é feito um trabalho preventivo.

Alexandre, com 20 anos na profissão, “afirmou que Farmácia é uma ciência, mais do que uma profissão”. Ele alertou para a defasagem no número de farmacêuticos contratados para trabalhar na rede pública de saúde, porque o “farmacêutico reduz mortalidade e é alarmante o índice de intoxicação por remédios na faixa etária de 20 a 39 anos, idade em que as pessoas são, em regra, mais produtivas”, destacou.

O Diretor Presidente da CRF-MT abordou um projeto de lei em tramitação no Congresso Nacional que prevê autorização de vende de medicamentos em supermercados. “Isso pode ser perigoso para o cidadão”, tendo em vista que favorece a automedicação e em conseqüência a intoxicação por ingestão inadequada de medicamentos.

Outro projeto criticado foi a PEC – projeto de emenda constitucional – nº 108 que pretende desregulamentar os conselhos regionais, desobrigando a que os profissionais para atuar estejam devidamente registrados. Para ele, essa medida enfraquece o poder de fiscalização e “coloca em risco a saúde da população”.

O vereador Orivaldo da Farmácia, que farmacêutico e empresário do ramo, entregou Moção de Aplausos para o palestrante, na oportunidade.

Etevaldo de Almeida | Câmara Municipal de Cuiabá



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
16/04 - Vereador Dr. Luiz Fernando propõe PL para tornar obrigatório o exame do quadril para recém-nascido
16/04 - Bairro Alvorada receberá serviço de cata-treco após indicação do vereador Sargento Joelson
16/04 - População pode opinar sobre PL do Estatuto da Igualdade Racial até maio
16/04 - Comissão discute ações de combate aos abusos e consumo de drogas lícitas e ilícitas por crianças e adolescentes
16/04 - Nota de pesar | Célio Fúrio
15/04 - Câmara prorroga regime de teletrabalho até 19 de abril
15/04 - Câmara autoriza Cuiabá a participar de consórcio intermunicipal de saúde
15/04 - Tratamento de pacientes oncológicos e combate à discriminação racial foram temas discutidos na Tribuna Livre
15/04 - Juca apresenta indicações de limpeza, manutenção de boca de lobo e iluminação pública para bairros de Cuiabá
15/04 - Emenda de Vidal pede celeridade em atendimento de pacientes suspeitos de TEA e Síndrome de Down
15/04 - Vereador apresenta diversas indicações em prol do Parque Atalaia
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.