Início
NOTÍCIAS
30/09/2009
Ivan quer a criação do Serviço de Apoio ao Cooperativismo em Cuiabá
Fablicio Rodrigues
Projeto de Lei em tramitação na Câmara de Cuiabá, de autoria do vereador Ivan Evangelista (PPS), institui o Serviço de Apoio ao Cooperativismo e Associativismo. Conforme Ivan, a proposta da referida lei é fomentar na Capital o desenvolvimento e a autogestão das cooperativas e associações legalmente constituídas. “Temos que desenvolver políticas favoráveis para o cooperativismo e associativismo, pois trarão muitos benefícios à nossa cidade, por serem meios de inserção ao mercado de trabalho e de geração de renda”, aponta.

De acordo com o vereador socialista, os objetivos de sua propositura são estabelecer que o município preste apoio técnico, financeiro e operacional ao cooperativismo e associativismo; estimule a força cooperativista e associativista para a organização social, econômica e cultural nos diversos ramos de atuação; estimule a inclusão do estudo do cooperativismo e associativismo nas escolas; e fomente o desenvolvimento e a autogestão de cooperativas e associações legalmente constituídas.

“Em resumo, a lei criará um ambiente favorável ao desenvolvimento dos empreendimentos cooperativos e associativistas em Cuiabá e lhes irá conferir uma maior credibilidade para atuação no mercado”, assinala Ivan, observando que o Cooperativismo e o Associativismo objetivam potencializar os resultados, trabalhando em conjunto em benefício de metas comuns.

“São poderosas ferramentas para inserir imensas parcelas de empreendedores, que hoje estão na informalidade. Por isso, é importante o poder executivo do município dar um maior reconhecimento pela importante função social das cooperativas e associações, que no mundo todo, e no Brasil, mais precisamente na região sul, tem promovido progresso, serviços, tecnologia e qualidade de vida”, completa Evangelista.

De acordo com o projeto, será permitida a participação de cooperativas e associações, legalmente constituídas, nos procedimentos de licitação promovidos pelo Poder Público Municipal, para prestação de serviços, obras, compras, publicidade, alienações, convênios e locações.

“Com aprovação dessa Lei, Cuiabá abrirá uma nova fase de empreendedorismo. Daremos um passo importante, pois além de reiterar a importância social e econômica do setor, poderemos servir de exemplo para o restante do Estado, demonstrando um olhar para o futuro e estabelecendo os alicerces necessários para um Estado mais cooperativista, mais solidário”.

Assessoria



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
14/12 - Projeto de Bussiki que dedica mês ao enfrentamento do tráfico de pessoas é aprovado
14/12 - Cuiabá 300 anos: revitalização da Praça Maria Taquara
14/12 - Câmara aprova projeto de Bussiki que regulamenta a hospedagem de crianças e adolescentes
13/12 - Adélia Galvão, futura Primeira Dama, afirma que sua atuação será marcada por atividades sociais
13/12 - EMPRESA CUIABANA: Abilio denuncia grupo de “explorar” a saúde do Estado
12/12 - Toninho de Souza visita Praça do CPA 4 que receberá emenda de R$150 mil do parlamentar para reforma
12/12 - Evento no Plenário marca descerramento da placa que homenageia Moisés Martins
12/12 - Dr. Xavier quer bairros da capital com redutores de velocidade
12/12 - Bussiki homenageia pessoas que ajudam a disseminar a mensagem bíblica
12/12 - Vereadores recorrem ao TCE para suspender lei aprovada irregularmente
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:30hs às 13:30hs.