Início
NOTÍCIAS
10/03/2011
Com coleta de pneus, Professor Néviton ajuda Prefeitura e comunidades em prevenção
A definição de um local único para o armazenamento adequado de pneus velhos e descarte de materiais similares, como câmaras e restos de borracha, foi discutido pelo vereador Professor Neviton Moraes (PRTB), segundo secretário da Câmara de Cuiabá, com o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Lécio Victor Monteiro da Silva, durante visita a diversas borracharias do Grande CPA (Morada da Serra), na região Norte da cidade.
Professor Néviton observa que a Grande Morada da Serra possui quase 100 borracharias e similares, sem um local adequado para descarte dos pneus. Ele percorreu diversas borracharias com o secretário Lécio Victor Monteiro e coletaram sugestões dos profissionais que atuam no ramo.
Neviton Moraes entende que, em algumas borracharias, há necessidade de bloqueio químico, com uso de bomba costal motorizada, e tratamento em 100% dos reservatórios não removíveis.
“Essa estratégia de intensificação visa eliminar o mosquito transmissor da dengue, prevenindo para que não haja a infestação do mesmo e conseqüentemente controlando possíveis epidemias”, argumenta o vereador do PRTB.
Professor Néviton mostrou aos borracheiros o ciclo da dengue. A falta de um local adequado para os pneus pode transformá-lo em local propício para a proliferação do Aedes Aegypti (mosquito transmissor da dengue) depositar suas larvas.
“Os pneus não são recintos para o mosquito depositar suas larvas, mas a falta de limpeza armazenamento ou descarte em locais inadequados, acaba por transformá-los em local propício para a fêmea do inseto se reproduzir”, ensina Néviton Moraes, que é professor da rede pública há duas décadas.
“É justamente isso que discutimos com o secretário de Meio Ambiente: um local adequado para descartar os pneus de forma correta, para não dar lugar para o mosquito se proliferar”, afirma Professor Néviton. Ele lembra que o mosquito da dengue não se prolifera em águas sujas, o que pode ser descartada a existência de larvas nos esgotos da cidade.
Neste período do ano, em que as chuvas são intensas e a temperatura é alta, a população deve ficar atenta, pois se contrair a doença transmitida pelo mosquito e não ser tratada corretamente poderá levar o indivíduo à morte.
Ronaldo Pacheco

Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
03/06 - Nestor Fidelis ratifica declarações a Defaz durante oitiva junto a CPI da Semob
03/06 - CPI do Feminicídio realiza três oitivas nesta quarta-feira
03/06 - CCJR analisa 23 processos legislativos em reunião ordinária
03/06 - Obras de pavimentação do bairro São João Del Rey estão à todo vapor e rua receberá rede de esgoto
03/06 - Riva não nega participação de Emanuel Pinheiro em esquema de ‘mensalinho’
03/06 - Atendimento preferencial aos contadores e técnicos de contabilidade agora é lei
02/06 - Nota de Pesar | Nadim Abdão Amui
02/06 - Câmara realiza primeira Audiência Pública virtual para discutir Relatório de Gestão da Prefeitura
02/06 - Após indicação do vereador, Juca do Guaraná Filho, ruas do bairro 8 de Abril recebe patrolamento
02/06 - Comissão de Educação suspende apreciação de projeto de autoria do Executivo Municipal
02/06 - Depoimento de ex-procurador na CPI da Semob é adiado
01/06 - José Riva depõe à CPI que investiga prefeito nesta quarta-feira
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.