Início
NOTÍCIAS
25/03/2011
Projeto de lei institui o Dia Municipal da Língua Brasileira de Sinais
O vereador Professor Néviton Moraes (PRTB), segundo secretário da Câmara de Cuiabá, apresentou dois projetos de leis para garantir ainda mais os direitos dos surdos-mudos da Capital. Em um deles, o parlamentar propõe a criação do Dia Municipal da Língua Brasileira de Sinais (Libras), a ser comemorado no dia 24 de abril de cada ano. A data entrará para o Calendário Oficial de Eventos do Município, com direito à programação festiva.
A outra matéria sugere a tradução simultânea dos discursos e fatos que ocorrem nas sessões ordinárias e especiais da Câmara de Cuiabá. “Muitas vezes, a população surda não sai de suas casas, não mostra seu rosto nas ruas, pois ela não consegue se comunicar”, argumenta o vereador do PRTB. Ele observa que o intérprete de Libra tem condições de retratar, de forma eloqüente, o que está ocorrendo na sessão.
Néviton, que sempre esteve ligado à educação por ser professor e diretor durante muitos anos, acredita que com estes projetos, os surdos-mudos terão mais acesso à informação, além de aumentar e celebrar a inclusão de Libras, que é a segunda língua oficial do Brasil. Com um dia específico para lembrar a importância da língua, o parlamentar pretende garantir que as pessoas portadoras de necessidades especiais possam apresentar suas reivindicações que, no caso dos surdos, são: o respeito à língua de sinais, a um ensino de qualidade, acesso aos meios de comunicação (legendas e uso do TDD, que é um sistema de comunicação telefônica digital para surdos) e serviço de intérpretes.
O vereador faz um resgate histórico e mostra o quanto a forma como a sociedade trata os portadores de necessidades especiais vem avançando ao longo dos anos. Segundo ele, em outros tempos, os surdos eram considerados incapazes de serem alfabetizados, não freqüentavam escolas, eram excluídos da sociedade, sendo proibidos de casar, possuir ou herdar bens e viver com as demais pessoas, ou seja, eram privados de seus direitos básicos e ficavam com a própria sobrevivência comprometida.
Josiane Dalmagro, Andréia Cruz e Ronaldo Pacheco

Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
23/08 - Vereadores querem audiência com Governador Mauro Mendes para tratar do VLT
23/08 - Prestes a serem despejados, moradores do Jardim Humaitá pedem ajuda de vereadores
23/08 - Projeto garante prazo para defesa em processos no município apenas em dias úteis
23/08 - Audiência Pública discutirá segurança e saúde do trabalhador municipal de Cuiabá
23/08 - Misael Galvão critica projeto do Cota Zero
23/08 - Câmara reúne secretário de Habitação e moradores do Humaitá em busca de solução para ação de despejo
23/08 - Vereador convoca secretário para radiografar obras da saúde
23/08 - Pastor Adventista divulga projeto que visa quebrar o silêncio na violência infantil
22/08 - Câmara anuncia alteração do local e horário de audiência pública do VLT
22/08 - Licitações deverão ser filmadas e transmitas ao vivo
22/08 - Multas de trânsito poderão ser pagas no cartão de crédito
22/08 - Câmara quer debater proposta que visa transformar a 13 de junho em calçadão
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.