Início
NOTÍCIAS
12/07/2011
Gargalo do saneamento de Cuiabá é risco de contaminação do rio e alto custo: R$ 2 bilhões
Luiz Alves

O risco cada vez maior de contaminação das águas do rio Cuiabá, a necessidade de quase R$ 2 bilhões em investimentos e as perdas de 60% da água tratada despontam como principais problemas a serem abordados no futuro Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), a ser votado em breve, no plenário da Câmara de Cuiabá.

“Não existe fórmula mágica para resolver o problema, o Plano de Saneamento é apenas o primeiro passo e não a solução definitiva”, aponta o engenheiro César Augusto Arenhart, da BSA Soluções Ambientais, consultoria contratada pela Companhia de Saneamento da Capital (Sanecap) para desenvolver o estudo técnico que norteia o PMSB.

A projeção foi apresentada por César Arenhart na primeira parte da audiência pública para debater o Plano Municipal de Saneamento, realizada na manhã desta terça-feira (12) no Plenário Ana Maria do Couto May, no Palácio Paschoal Moreira Cabral. “Temos 20% de inadimplência e isso é muito grave, porque nos sistemas eficientes, esse índice não chega a 5%”, argumenta o engenheiro da BSA Soluções Ambientais, ao que, dos R$ 106,5 milhões faturados em 2010, apenas R$ 86,8 mihões foram efetivamente arrecadados.

Num comparativo com os ‘vizinhos do sul’, ele observa que Campo Grande (MS), onde a água é privatizada, o índice de clientes inadimplentes é inferior a 2%.

Para universalizar a água na cidade, nos próximos 30 anos, segundo Arenhart, são necessários pelo menos R$ 600 milhões em investimentos, a partir de 2011. Já o esgotamento sanitário, com coleta e tratamento adequados, necessita de no mínimo R$ 1,3 bilhão no mesmo período.

O presidente em exercício da Câmara Municipal, vereador Arnaldo Penha (PMDB), explicou que a audiência, embora apresente dados alarmantes, representa o primeiro passe nos debates do Poder Legislativo antes de votar a futura Lei do Plano Municipal de Saneamento Básico.

O primeiro secretário em exercício da Câmara, vereador Professor Néviton Moraes (PRTB), afirma que a prioridade é a universalização da água. “A ampliação do acesso de todos os domicílios ocupados de Cuiabá representa o maior desafio do Plano Municipal”, reconhece Néviton Moraes.

Representando o movimento comunitário, o presidente da União Coxipoense de Associações de Moradores (Ucam) e vice-presidente da Federação Mato-Grossense (Femab), Maurício Pereira, afirmou que o interesse maior é ter água na torneira, com qualidade.

Participaram da audiência pública os vereadores Antônio Fernandes (PSDB), primeiro vice-presidente em exercício da Câmara; Pastor Washington Barbosa (PRB), Leonardo de Oliveira (PSDB), Marcus Fabrício (PP), Domingos Sávio (PMDB), Roosivelt Coelho (PSDB), Misael Galvão (PR), Tiago Nunes (PSDB), Toninho de Souza (PDT), Lúdio Cabral (PT), Chico 2000 (PR) e Deucimar Silva (PP).

Representando a Prefeitura Municipal, participaram o procurador geral do município, Fernando Biral de Freitas, e o presidente da Sanecap, Aray Fonseca Filho, além de outros diretores da empresa; o ex-governador e ex-prefeito Frederico Campos; o engenheiro João Bastos ‘Jango’ Pinho, fundador da Sanecap e diretor da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), e Dejair de Souza Soares, presidente do Sindicato dos Publicitários de Mato Grosso, entre outros convidados.

Ronaldo Pacheco - Secom/CâmaraCba



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
16/04 - Vereador Dr. Luiz Fernando propõe PL para tornar obrigatório o exame do quadril para recém-nascido
16/04 - Bairro Alvorada receberá serviço de cata-treco após indicação do vereador Sargento Joelson
16/04 - População pode opinar sobre PL do Estatuto da Igualdade Racial até maio
16/04 - Comissão discute ações de combate aos abusos e consumo de drogas lícitas e ilícitas por crianças e adolescentes
16/04 - Nota de pesar | Célio Fúrio
15/04 - Câmara prorroga regime de teletrabalho até 19 de abril
15/04 - Câmara autoriza Cuiabá a participar de consórcio intermunicipal de saúde
15/04 - Tratamento de pacientes oncológicos e combate à discriminação racial foram temas discutidos na Tribuna Livre
15/04 - Juca apresenta indicações de limpeza, manutenção de boca de lobo e iluminação pública para bairros de Cuiabá
15/04 - Emenda de Vidal pede celeridade em atendimento de pacientes suspeitos de TEA e Síndrome de Down
15/04 - Vereador apresenta diversas indicações em prol do Parque Atalaia
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.