Início
NOTÍCIAS
01/09/2011
Mesa Diretora da Câmara determina apuração de atos de vandalismo e quebradeira
Secom CâmaraCbá - Silva

A Mesa Diretora da Câmara de Cuiabá determinou à Consultoria Jurídica que tome as providências cabíveis para que os responsáveis pelos atos de vandalismo, no interior e imediações do Palácio Paschoal Moreira Cabral, na manhã desta quinta-feira (01/09), sejam identificados e punidos, com urgência.

Por determinação do presidente da Câmara, vereador Júlio Pinheiro (PTB), o advogado Emmanuel Figueiredo Júnior, secretário-chefe da Consultoria Jurídica, vai prestar queixa-crime na Delegacia de Polícia Civil até o final da tarde desta quinta-feira e entrar com representação na Promotoria de Defesa do Patrimônio Público, provavelmente nesta sexta-feira (02/09).

Os cerca de 400 manifestantes, a maioria crianças e adolescentes do Centro Educacional Nilo Póvoas e das Escolas Estaduais Desembargador Ferreira Mendes e Presidente Médici, promoveu quebra-quebra e enfrentamento com o Batalhão de Choque da Polícia Militar, Guarda Municipal e equipe de segurança da Câmara.

Além das crianças, havia também militantes do Movimento Sem-Terra (MST) e da Centra Única dos Trabalhadores, entre outras entidades, que dormiram em barracas de lona plástica, improvisadas na Praça Moreira Cabral desde a noite de quarta-feira (31/08).

A segurança interna do Poder Legislativo identificou que pelo menos 20 veículos foram danificados, sendo oito seriamente. Também vários gabinetes tiveram vidros quebrados por pedras e paus atirados de fora, como os pertencentes aos vereadores Professor Néviton Moraes (PRTB), segundo secretário da Câmara Municipal, Deucimar Silva (PP), Lúdio Cabral (PT) e Everton Pop (PP), líder do Executivo no Poder Legislativo. “Vieram pedras de todos os lados e os vidros se quebram, num estrondo pavoroso”, reclamou a servidora Aline Kaiser, do gabinete do Professor Néviton Moraes.

As imagens captadas por lentes de fotógrafos e cinegrafistas durante os tumultos, registrados na manhã desta quinta-feira, tanto no Palácio Paschoal Moreira Cabral quanto nos arredores, estão sendo analisadas por Emmanuel Figueiredo Júnior e sua equipe. A expectativa é de que as imagens auxiliem as autoridades policiais e o Ministério Público a identificar os vândalos e seus líderes.

As projeções preliminares indicam prejuízos materiais superiores a R$ 300 mil, incluindo carros de servidores e visitantes e, ainda, o patrimônio imobilizado da Câmara Municipal.

Ronaldo Pacheco



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
09/08 - Artistas recebem Títulos de Acadêmicos Efetivos da ACILBRAS durante 3º Sarau Cuiabano
09/08 - Vereadora, movimentos e pacientes pressionam contra fechamento de unidade do SAE do bairro CPA I
09/08 - Câmara aprova projetos e pareceres na sessão desta terça
08/08 - Câmara realiza segunda edição da campanha Boa Ação é Doação
08/08 - Escola do Legislativo da Câmara de Cuiabá faz balanço das ações realizadas no 1º semestre de 2022
05/08 - Campanha Boa Ação é Doação arrecada leite materno capaz de alimentar centenas de bebês
04/08 - CCJR analisa sete processos durante reunião realizada nesta quinta-feira
04/08 - Programa Corrente do Bem realizado pela PM foi tema da tribuna desta quinta
04/08 - Câmara aprova requerimentos, Projetos de Lei e pareceres na sessão desta quinta
03/08 - Nota de pesar | Gládius César
02/08 - Nota de pesar | Adriana Catelli
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.