Início
NOTÍCIAS
12/03/2012
Parceria firmada com a Cemat vai reduzir consumo de energia na Câmara de Cuiabá
A Câmara Municipal de Cuiabá e a Rede Cemat firmaram uma parceria para reduzir o gasto de energia elétrica. Ao todo, serão investidos cerca de R$ 400 mil reais em melhorias, que vão proporcionar a redução de 244,71 Mega Watts/ano, o que equivale a 25% do consumo do Palácio Paschoal Moreira Cabral.

Conforme o Secretário de Administração e Pessoal da Câmara, Márcio Roberto Daima, esse convênio originou-se com o encaminhamento de ofício da presidência do Legislativo municipal à Rede Cemat, solicitando uma avaliação para se constatar a viabilidade técnica e econômica para poder entrar no Programa de Eficiência Energética. Após diagnóstico atestando essa viabilidade, passou-se ao processo de implantação, que está dividido em duas fases.

Na primeira etapa, será feita a substituição, à base de troca, dos aparelhos antigos de ar condicionado, geladeiras e freezers, lâmpadas e reatores por equipamentos novos e mais eficientes energeticamente, todos com o selo do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel).

Na segunda etapa, será instalado ar condicionado central e os sensores de presença nas salas, gabinetes e outros setores. Estes sensores são aqueles aparelhos que, quando você entra, a luz acende; e quando você sai, a luz apaga. “Em repartições públicas é comum vermos luzes acesas sem que ninguém esteja ocupando o ambiente. Com os sensores, você elimina definitivamente este desperdício. A estimativa é que as lâmpadas ativadas por este tipo de tecnologia podem reduzir em até 60% o consumo de energia elétrica”, explicou o secretário.

Depois de implantados todos os equipamentos, entra-se na fase de medição e verificação, para avaliar se a eficiência está sendo alcançada. Para garantir a segurança e obter melhores resultados, a Rede Cemat substituiu parte da rede elétrica e quadros de distribuição, por já estarem obsoletos, além de muitos deles terem sido afetados por infiltrações d’água.

Essa parceria público-privada aborda a dimensão da Responsabilidade Socioambiental, articulando interesses econômicos, ambientais e sociais rumo a uma gestão sustentável.
Conforme o Coordenador de Eficiência Energética da Rede Cemat, Ronan Ribeiro Carvalho, “além da economia gerada, outro efeito positivo dessa parceria, é a destinação dada aos equipamentos antigos. Eles são recolhidos pela Rede Cemat e encaminhados a empresas credenciadas para fazer a reciclagem. Até mesmo o gás nocivo Coro-Flúor-Carbono (CFC) é recolhido e reciclado, sendo reinseridos na cadeia produtiva, retornando em forma de produtos adequados aos novos tempos e às normas de sustentabilidade”.

A reciclagem desse gás faz parte do Programa Brasileiro de Eliminação de CFCs. Conhecido popularmente por "gás de geladeira", o CFC é usado para retirar o calor do aparelho e liberá-lo para o lado de fora. O uso e a liberação desse gás no ambiente provocaram a redução da Camada de Ozônio em algumas regiões, principalmente no sul do Planeta. Essa camada é semelhante a um grande filtro que protege a saúde humana e os seres vivos dos raios ultravioleta. Entre os prejuízos causados pela degradação da Camada de Ozônio, figura uma maior incidência de câncer de pele, de queimaduras e de cataratas, prejuízos ao sistema imunológico e a redução da fotossíntese, levando a uma queda na produtividade de várias culturas agrícolas.

O Coordenador Ronan Carvalho ainda esclarece que o Programa de Eficiência Energética deve investir, obrigatoriamente, 0,5% da receita operacional líquida da instituição. O mesmo deve estar presente em todas as concessionárias do país, independentemente da nomenclatura utilizada.

Como parte de suas estratégias corporativas, a Rede Cemat apóia programas e projetos que colaboram para o desenvolvimento sustentável, com foco no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), estabelecidas pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A empresa também participa do Grupo de Trabalho Ethos para a ISO 26000, a futura norma internacional sobre Responsabilidade Social.

Tapaiúna Fraga/Luciana Oliveira Pereira



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
27/05 - ARTIGO - CRISE ECONÔMICA E A COVID-19
27/05 - Vereador diz que emendas na Reforma da Previdência podem atrapalhar o acordo entre o Executivo e servidores
27/05 - Projeto de lei obriga prefeito a prestar contas durante pandemia da covid-19
27/05 - CCJR emite parecer favorável a projeto que aumenta carga horária dos profissionais de tecnologia da informação
27/05 - Reforma da previdência será apreciada na sessão desta quinta-feira (28)
26/05 - CCJR analisa projetos nesta quarta (27) ao vivo nas nossas plataformas digitais
26/05 - CPI do Saneamento tem oitiva marcada para esta quarta (27)
26/05 - Vereadores intermedeiam reunião entre Hospital Geral e Secretaria de Saúde
26/05 - Obras de pavimentação asfáltica serão retomadas no Bairro Despraiado
25/05 - CPI da Semob realiza visita técnica na empresa Rodando Legal, responsável pelo recolhimento de carros apreendidos
25/05 - Juca do Guaraná solicita a inclusão de picolezeiros e pipoqueiros no programa ‘Renda Solidária’
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.