Início
NOTÍCIAS
15/03/2013
Professora sugere prevenção à violência contra mulher
Otmar de Oliveira

Professora  e  fundadora do Núcleo de Estudo ,Pesquisa sobre a Mulher e Relações de Gênero (NUEPOM-UFMT),  Madalena Rodrigues sugere  ao legislativo municipal  a criação de um núcleo de apoio as  mulheres com  ações de prevenção  a violência  doméstica e familiar contra a mulher e    elaboração de leis que   estimulem    a prevenção   nas escolas.  As  propostas foram apresentadas hoje (15) durante   evento comemorativo ao Dia Internacional da Mulher com  a palestra sobre a Lei  Maria da Penha.

“ A Lei 11.340, de 7 de Agosto de 2006-Lei Maria da Penha vem para ensinar   homens e mulheres que   precisamos coibir a violência física, psicológica, sexual, patrimonial e moral.”, explica. A história relata que a mulher herdou uma cultura de inferioridade, violência e submissão. Segundo a professora ainda hoje a mulher sofre as conseqüência de ideologias machistas e preconceituosas.

Madalena entende que a violência psicológica é  muito grave   pois  ela   precede a  violência  física .Pode ser entendida como qualquer conduta que cause dano emocional e diminuição da auto-estima ou que prejudique e perturbe o pleno desenvolvimento ou que  vise degradar ou controlar suas ações ,comportamentos,crenças  e decisões, mediante ameaça,constrangimento,    humilhação,manipulação,isolamento,vigilância constante, perseguição costumaz,insulto,chantagem, ridicularização,exploração e limitação do direito de ir e vir ou qualquer outro meio que lhe cause prejuízo à saúde psicológica e à autodeterminação.


A professora  chama a atenção da sociedade para o processo de banalização da data. “Precisamos  ser críticos e   atuar de forma  direta  no combate a violência,  criando núcleos de apoio, levando o tema para   sala de  aula e   nas comunidades”, ressalta.  No dia Internacional da Mulher, 8 de Março   a professora    levou a  discussão  o  tema    para 500 mulheres   no município de Acorizal-MT. “Acredito que todos devem atuar diretamente na divulgação da Lei Maria da Penha e estimular denúncias como forma de prevenção e casos de violência  e assassinatos”,disse.

O evento   intitulado  “Mulher , Basta de Corretivo”,   realizado  no  auditório Ana Maria  do Couto   é uma promoção  do Núcleo Assistencial  da Câmara Municipal de Cuiabá. Além da palestra os servidores  públicos foram contemplados com sorteio de brindes.

Com assessoria Roseli Cordeiro



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
24/06 - Comissão de Fiscalização realiza audiência pública para prestação de contas do 1º quadrimestre de 2022
24/06 - Relatórios de execução orçamentária e de gestão fiscal são apresentados durante Audiência Pública
24/06 - Vereador propõe indicações de melhorias no asfalto, saneamento, iluminação pública e limpeza
23/06 - Comissão de Fiscalização realiza audiências públicas para apresentação de relatórios
23/06 - Dois depoentes participam de oitiva da CPI da Saúde
23/06 - Câmara analisa projetos e pareceres na sessão desta quinta
23/06 - Vereador pede desculpas à imprensa
23/06 - CCJR analisa 13 processos durante 16ª reunião ordinária
22/06 - Vereadora defende maior prazo para veículos que atuam com aplicativos
22/06 - Projeto Cuiabaninhos na Câmara realiza 4ª visita guiada nesta quinta
21/06 - CPI da Saúde realiza duas oitivas nesta terça-feira
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.