Início
NOTÍCIAS
11/04/2013
João Emanuel quer garantir internação compulsória a dependentes químicos
O presidente do Parlamento cuiabano, João Emanuel, PSD, afirmou hoje, durante a sessão plenária (11-04), que Cuiabá não pode mais assistir de camarote à grave situação vivenciada pelos dependentes químicos nas 'cracolândias' da cidade. Emanuel disse que esses cidadãos precisam ser internados compulsoriamente, 'até mesmo pra que se protejam deles próprios'. Ele citou que a internação compulsória de dependentes químicos já foi aprovada em projeto de lei pelo Congresso Nacional. O trabalho a ser desempenhado em Cuiabá, segundo o presidente, será nos mesmos moldes empregados com sucesso na capital paulista.
 
Conforme o dirigente da Casa de Leis, retirar o dependente químico das ruas e encaminhá-lo para tratamento é fazer um bem para todo o povo de Cuiabá, salientou. "A grande maioria já atingiu um estágio preocupante, com risco à própria vida, em face da perda da auto-estima, da degradação física, social, e do ambiente onde os grupos vegetam, as denominadas 'cracolândias'. Se internados, terão tratamento especializado, descontaminando-se por completo, primeiro passo para serem reinseridos na sociedade". 

Infelizmente, segundo Emanuel, a marginalidade imposta pelas drogas tem criado barreiras que se agravaram nos últimos tempos. "Cuiabá não pode mais assistir a isso de forma impassível.  É providencial agirmos rápido para resgatar esses semelhantes alienados pelas drogas. É preciso desenvolver uma grande ação de limpeza para extirpar as cracolândias instaladas em vários locais da capital, a exemplo das proximidades do jornal Folha do Estado, bairros Pedregal, Leblon, Terminal Rodoviário, Porto e em outros lugares. Retirar o dependente químico das ruas e tratá-lo é fazer um bem para todo o povo de Cuiabá”.

João Emanuel informou já ter tratado desse assunto na Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso e junto aoTribunal de Justiça de Mato Grosso. Ele disse ser importante que este trabalho a ser desenvolvido nas cracolândias seja amparado por todas as instituições públicas e privadas, "a sociedade civil organizada", com apoio de psicólogos e pessoal clínico especializado. "Estamos falando de vidas humanas".

Para o vereador Maurélio Ribeiro, PSDB, Emanuel tem razão quando sugere que sejam convocados para este trabalho psicólogos e assistentes sociais. "Apenas retirar o dependente químico das ruas não resolve. O importante é saber que eles necessitam de apoio social, clínico, para se reintegrarem à sociedade".

O vereador Alan Kardec, PT, também concordou com as palavras de Emanuel e do vereador Maurélio. "Em Cuiabá só existem unidades terapêuticas de cunho religioso, que não recebem recursos oficiais do Governo. Realmente, precisamos contar com unidades intensivas de tratamento".

Foi ainda lembrado por outros parlamentares que o vereador Marcrean dos Santos, PTB, apresentou requerimento no sentido de que Cuiabá conte com um Centro Público Especializado de Tratamento para Dependentes Químicos, unidade que daria suporte integral ao trabalho proposto pelo presidente do Legislativo, vereador João Emanuel. 

João Carlos Queiroz/Flávio Garcia Secom/Câmara  


Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
26/11 - Mesa Diretora promove reunião de transição com vereadores da próxima legislatura
26/11 - Câmara de Cuiabá realiza três sessões plenárias na próxima semana
18/11 - Câmara realiza sessão ordinária nesta quinta-feira
12/11 - Câmara de Cuiabá auxilia o TRE-MT cedendo veículos
05/11 - Câmara derruba vetos do Executivo nesta quinta
05/11 - Instituto Latino- Americano de Educação para Segurança participa da Tribuna Livre
04/11 - Reunião ordinária da CCJR aprecia projetos nesta quarta
04/11 - Suplente toma posse como vereador e PTB tem 3 na Câmara de Cuiabá
31/10 - Nota de Pesar | Samuel Lemes
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.