Início
NOTÍCIAS
25/06/2013
Morador do Dr. Fábio II critica transporte coletivo
Na Tribuna Livre do Legislativo de hoje (25-06), o ex-vereador Orlando Antônio Freire, residente no Dr. Fábio II, discorreu, de forma geral, sobre os serviços de transporte coletivo na capital. A vinda de Freire à Tribuna foi requerida pelo vereador Marcrean dos Santos, PRTB. O comunitário disparou que o serviço nesse setor está precário, "vergonhoso ao extremo". E emendou suas denúncias com duras críticas à SMTU. Cobrou da Câmara a elaboração de requerimento no sentido de que o secretário da SMTU explique detalhadamente, em Plenário, algumas questões que considera insuportáveis e gritantes aos olhos da população.
 
"São passíveis de ocorrências ainda mais graves. Se é que alguma coisa pode ficar mais grave do jeito que está, ônibus sem cobradores. Até idoso já morreu por causa da inexistência de ar-condicionado nos veículos sucateados que a SMTU tem autorizado a circular. O selo de "Vistoriado 2013" está à vista geral. Como, vistoriado? O SMTU concede adesivo de vistoria/2013 a veículos que não servem nem para carregar cortadores de cana. Mais parecem carroças sucateadas, sem a mínima segurança e limpeza. Ao que parece, os proprietários das empresas têm medo de lavar seus carros, legítimos chiqueiros nauseantes. É caso de acionarmos a Vigilância Sanitária".
 
Para piorar, segundo Orlando Antônio Freire, a maioria dos coletivos cuiabanos não ostenta o itinerário no visor principal, dificultando informações aos usuários. Assim, sugeriu, cabe ao secretário do SMTU se posicionar, dar explicações à sociedade sobre tudo isso, principalmente acerca da concessão desse selo de vistoria que os ônibus em frangalhos ostentam, descreve. "É preciso que o Legislativo sancione um projeto de lei tornando obrigatória a instalação de ar-condicionado nos coletivos municipais, bem como a colocação de insufilme em todas as janelas. Isto reduziria o calor ambiente, hoje infernal, agravado pela ausência do ar-condicionado. Aquele "esfria chifre" do teto simplesmente não tem qualquer serventia prática, não funciona".
 
O morador sugeriu ainda que alguns parlamentares da Casa de Leis de Cuiabá utilizem o transporte coletivo para checar as informações que levou a Plenário. "Vereador não anda de ônibus, mas seria ótimo para comprovar que falamos a verdade. Posso dizer isso com segurança, pois conheço bem esse segmento, já fui fiscal de empresa de transporte coletivo municipal e estadual. Queria até falar isso com o prefeito Mauro (Mendes), mas ele está mais difícil do que leite de onça".
 

João Carlos Queiroz Secom/Câmara



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
24/04 - Novo prazo para decisão de intervenção se esgota nesta quinta
24/04 - Mario Nadaf acompanha lançamento da campanha "Doe amor, Doe Cobertor, Aqueça Cuiabá”
24/04 - CMEI é inaugurado no CPA por indicação do vereador Adevair Cabral
24/04 - CCJ analisa 85 processos em reunião ordinária
24/04 - Vereadores homenageiam o sucessor de Dom Bosco com o Título de Cidadão Cuiabano
24/04 - Empresas que atendem município deverão ter programa de integridade
24/04 - Vereador cria projeto de lei para amparar as obras públicas em Cuiabá.
23/04 - Vereadores acompanham visita do ministro da Saúde a Cuiabá e participam de inauguração no HMC
23/04 - Vereador Clebinho Borges promove mutirão para salvar o Rio Cuiabá no próximo sábado (27)
23/04 - Câmara aprova 14 requerimentos e quatro projetos de leis em sessão
23/04 - Vereador Abilio vai protocolar denúncia de médicos que batem ponto e vão embora junto ao MP
23/04 - Uso de faixa de ônibus é compartilhado com transporte de emergência e individual de passageiros
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.