Início
NOTÍCIAS
30/07/2013
Parlamentar irá realizar movimento de arborização como ato de protesto.
A restauração, arborização e revitalização da ‘Lagoa Encantada’, no CPA-III, região Norte de Cuiabá, é uma questão de saúde e de segurança pública. A avaliação parte de dirigentes comunitários e do vereador Mário Nadaf (PV) que defende a imediata intervenção da Prefeitura de Cuiabá para recuperar as três lagoas de tratamento de esgoto que dividem os setores 3 e 5 do CPA-III, maior conjunto habitacional de Mato Grosso. Nadaf irá realizar, em agosto, a 6ª Edição do projeto “ Movimento Plantar” na Lagoa Encantada, como forma de protesto.

 Nesta ação o parlamentar irá chamar a atenção do poder público para a importância de revitalizar com urgência a Lagoa e devolve-la a população. Praticamente todos os R$ 2,2 milhões do investimentos de 2008 foram ‘jogados fora’, liberalmente. “É de se lamentar que a restauração concluída pela Prefeitura de Cuiabá há poucos anos no espaço da Lagoa Encantada, tenha se perdido”, observa Nadaf. 

Ele lembra que fez uma visita técnica onde e ficou abismado com o que viu: destruição e abandono da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Lagoa Encantada. Nadaf cita também o odor insuportável, principalmente nos horários de sol a pino. “É uma fedentina terrível praticamente o ano inteiro”, lamenta .

O parlamentar também aponta os 31,77 hectares deveria ser melhor utilizada pela comunidade, mas, hoje, serve de esconderijo para marginas e de usuários de drogas, além de refúgio para animais peçonhentos. “Aqui existia um auditório de 90 metros quadrados para comportar 65 pessoas. Havia também recepção, sala de administração e cabine de som e vídeo. Tudo destruído”, observa Mário.

A obra custou R$ 2,2 milhões, sendo R$ 2 milhões oriundos do Ministério do Turismo, em emenda do então deputado federal Ricarte de Freitas Júnior (ex-PTB); e R$ 200 mil como contrapartida da municipalidade.

“Sem dúvida, a revitalização das lagoas do CPA-III tem como objetivo dar qualidade de vida e valorizar a área para a comunidade. Queremos reutilização do efluente final em fértil irrigação, piscicultura e ações de educação ambiental junto à população local”, afirma o pevista.

Historicamente, a Lagoa Encantada gera problemas. Implantada como Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) do CPA, em 1983, para atender os bairros CPA-I, II, III e IV, nunca cumpriu a contento. Eram três lagoas de estabilização, sendo uma lagoa facultativa e duas lagoas de maturação. Atualmente, a ETE recebe também o esgoto do bairro Novo Mato Grosso, Residencial Jonas Pinheiro e Jardim Paraná.

Assessoria de Gabinete


Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
20/09 - Câmara vai recorrer da decisão que determina retomada da CPI que investiga o prefeito
20/09 - Bairro João Bosco Pinheiro começa a receber pavimentação asfáltica
20/09 - Três projetos que beneficiam idosos recebem parecer favorável de comissão permanente
20/09 - Servidores da Câmara recebem treinamento para implantação do Programa Papel Zero
20/09 - ARTIGO - Plante essa ideia
20/09 - Gabinete realiza campanha “Adote um Copo”
19/09 - Dia Mundial de Limpeza é lembrado em Tribuna Livre
19/09 - Professor de Educação Física com 37 anos de serviços prestados recebe Moção de Aplausos
19/09 - Presidente recebe Apret para tratar de gratuidade do transporte público para as pessoas com doenças renais crônicas
18/09 - Câmara reúne servidores da saúde para debater Projeto 25
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.