Início
NOTÍCIAS
16/10/2013
Adevair Cabral:"SMTU tem agido de forma abusiva em Cuiabá"
Walter Machado
"SMTU não tem poupado nem estudantes sem opção de estacionamento"
Para o vereador Adevair Cabral, PDT, que também se pronunciou hoje (16-10) durante a audiência pública parea debater a atuação da SMTU em Cuiabá, "existem coisas que concordo, e outras não". Ele elogiou a instalação de faixa exclusiva para ônibus/táxis na capital, uma das exigências oriundas do Poder Legislativo. "Mas não concordo com esse modelo de guinchamento de carros que tem sido empregado na capital. É desrespeitoso, abusivo, injusto. Pode ser lei, porém creio que a SMTU deveria se ater em preservar o cidadão, trabalhar mais na educação do trânsito".

Adevair voltou a comentar sobre o susto que um amigo seu levou semanas atrás, ao sair da UNIC. "É um estudante humilde. Sem dinheiro para bancar estacionamento particular, deixou sua motocicleta na rua e ela foi guinchada à noite. Ao chegar e não encontrar a moto, imaginou que tivesse sido roubada. Aliás, este rapaz sequer tinha dinheiro para táxi ou ônibus. O único meio de transporte de que dispunha era sua moto, levada arbitrariamente. Conforme disse, pode ser uma atitude legal, mas é injusta Essa remoção deveria acontecer apenas em horário comercial, não em horário noturno avançado. E tem sucedido com o claro intuito de prejudicar universitários".

Com base na sua exposição, o vereador sugeriu que a SMTU promova diligências junto às universidades para que elas disponibilizem estacionamentos aos estudantes. "Eles {alunos} não têm como pagar estacionamentos. Aí, sim, cabe ao Poder Público Municipal exigir das universidades providências nesse sentido. Como multar e guinchar quem não dispõe da mínima alternativa para estacionar seu único transporte enquanto estuda?" - criticou.

O parlamentar ainda exigiu que a Prefeitura volte a implementar o sistema faixa verde de estacionamento, atualmente sem qualquer projeto de retomada. "Por outro lado, não concordo com aquele motorista que, utilizando-se das vagas antigamente reservadas à faixa verde (paga), deixam seus carros ali o dia inteiro. Isso tem prejudicado os comerciantes locais. Era um projeto belíssimo, útil, gerava renda regular ao município e impunha organização no trânsito. Não sei por qual motivo o prefeito não o implementou novamente".

Por último, Adevair Cabral quis saber da SMTU quais são os critérios de cobrança dos guinchos em cima dos veículos rebocados (mais de dois mil) e qual é a destinação das verbas arrecadadas. Também direcionou críticas ao Detran/MT, e cobrou do presidente do órgão, Jean Castrillon, presente em plenário, explicações acerca das taxas em vigor. 

"O Detran de Mato Grosso é um dos mais caros do País. Reajustou algumas taxas de forma absurda, incompatível com a linha de preços em nível nacional e a própria qualidade dos serviços prestados. Seria ótimo que o Detran mato-grossense explicasse à sociedade do Estado, em geral, quais são os quesitos que originaram cobranças tão destoantes da realidade brasileira".

João Carlos Queiroz Secom/Câmara


Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
22/09 - Bussiki homenageia e ressalta importância dos agentes de trânsito de Cuiabá
22/09 - Audiência pública debate melhorias dos serviços para pessoas com deficiência
22/09 - Campanha dia das crianças
22/09 - Programa de disseminação de políticas públicas
22/09 - Professor Mário endossa projeto que leva alunos a conhecerem história da capital através do Ecobus
22/09 - Luta nacional: Pessoas com deficiências devem ter passe livre no transporte coletivo de Cuiabá
21/09 - Vereador Paulo Peixe - PSL, busca melhorias para a Av. Jacques Brunini
21/09 - Audiência Pública debate os serviços prestados pela empresa de Correios e Telégrafos - ECT
21/09 - O Bairro Altos da Serra I receberá asfalto em todas as ruas
SESSÃO AO VIVO
INFORMES

Câmara Municipal de Cuiabá - Praça Moreira Cabral
Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Todos os direitos reservados © 2013 - Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:30hs às 13:30hs.