Início
NOTÍCIAS
21/06/2016
Vereador quer a participação da população no debate sobre as Zonas de Interesse Ambiental em Cuiabá
Assessoria de gabinete
Área abandonada com lixo
Preocupado com a falta de cuidado do Poder Executivo com as áreas verdes da cidade, muitas vezes, indevidamente ocupadas ou mesmo abandonadas, o vereador Renivaldo Nascimento (PSDB) requereu uma audiência pública para discutir com a população, a situação das Zonas de Interesse Ambiental – ZIAs.

As ZIAs são áreas legalmente estabelecidas, parte do Plano de Uso e Ocupação do Solo, que foram criadas com o objetivo de conservar as áreas verdes da Capital, priorizando sua proteção e/ ou recuperação vegetal, cursos d´água, vales e outros recursos naturais, que contemplam a relação entre o meio ambiente, a sociedade e o setor produtivo.

“Daqui uns dias vamos discutir nesta Casa, o Código de Postura do Município e as Zonas de Interesse Ambiental são parte fundamental nesta discussão, além disto, até então, não houve um chamamento da população para que estas áreas fossem discutidas e estabelecidas. Não há um real entendimento da população sobre o que ela representa e onde elas estão localizadas”, explica Renivaldo.

Segundo o parlamentar, o Executivo Municipal não está executando o que a lei estabelece para estas áreas, quais sejam, a preservação ambiental, com manutenção e zelo; outra possibilidade é construir equipamentos como praças, para que a sociedade possa ter áreas de lazer e convivência, mas com a preservação ambiental.

“Infelizmente, o que encontramos é o descaso, pois estas zonas se tornaram matagais ou áreas de ocupação desordenada, que perderam seu potencial ambiental. Precisamos ser mais coerentes com a situação. Se há potencial para ocupação imobiliária, por exemplo, porque não fazer construções verticais, respeitando verdadeiramente o que estabelece a legislação e manter grandes áreas verdes preservadas em seu entorno”, questiona o vereador.

O vereador conclama a participação da população, pois defende que qualquer discussão sobre o tema da legislação de uso e ocupação do solo, têm que resultar de um amplo processo participativo da população e das associações que representam os  segmentos envolvidos com o tema. 

“Esta matéria afeta a população como um todo, e deve ficar muito claro para todos que as construções possíveis nestas áreas, devem seguir parâmetros e índices de ocupação pré-estabelecidos, mas acima de tudo, respeitados com o intuito de efetivamente serem ZIAs e, a população faz parte deste processo”, argumenta o parlamentar.


Luciana Oliveira Pereira – Secom CMC


Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
07/12 - Vereadores cuiabanos votam projetos de lei, requerimento e pareceres na sessão desta terça-feira
07/12 - Câmara derruba 4 vetos e aprova 3 projetos de lei
07/12 - Audiência pública discute políticas de combate à violência contra meninas e mulheres em Cuiabá
07/12 - Maysa Leão apresenta projeto de Lei que assegura acompanhante para gestantes autistas e cria Dia Municipal da Igualdade Feminina
07/12 - Projeto de Marcrean instiui a Feira Palácio dos Pets no Tia Nair
07/12 - Após audiência, governo e Prefeitura analisam proposta de acordo
30/11 - Estatuto da igualdade racial, de Edna Sampaio, será sancionado pela prefeitura
29/11 - Dr. Luiz Fernando convida Urologista para ministrar palestra sobre Câncer de Próstata no TCE
28/11 - Câmara conclui a implantação da DCTFWeb
28/11 - Câmara vota pauta com 10 itens em Sessão Ordinária
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.