Início
Notícias
16/03/2017
Câmara debateu PDDI em Audiência Pública
Ednei Rosa - Secom/CMC
O PDDI – Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado da Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá foi apresentado e debatido, a título de diagnóstico para nortear futuras ações dos governos estadual e municipais, nesta quarta-feira (15), no plenário da Câmara Municipal de Cuiabá, em audiência pública presidida pelo vereador Renivaldo Nascimento (PSDB), vice-presidente da Casa, que destacou a “necessidade dos legisladores desenvolverem ações conjuntas, pois não é mais possível legislar sem pensar nas cidades que formam o Vale do Cuiabá e seu entorno, devido às complexidade que a região apresenta”.

O vereador pelo PV, Delegado Marcos Veloso, mostrou preocupação com a efetiva implantação de medidas que venham a ser propostas a partir do PDDI. Para ele o PDDI, ao que tudo indica, pela abrangência dos estudos realizados, deverá ser o “eixo a movimentar a roda”, e não pode ficar esquecido nas gavetas de gabinetes e repartições.

Semelhante pensamento desenvolveu o também vereador do PV, Abílio Júnior, ao cobrar a presença de deputados estaduais e federais nos trabalhos, pois o Vale abrange vários municípios e as ações do vereador estão restritas à área de sua cidade base.

Os trabalhos da equipe que realizou os estudos para a elaboração do que chamaram de diagnóstico do plano diretor, englobou 13 municípios, envolvendo cidades que estão à margem do rio Cuiabá e outras que ficam no entorno.

Nessa região, Cuiabá e Várzea Grande apresentam destaque nos quesitos populacional e econômico. Grande parte das cidades carece de meios de geração de renda. Existem municípios que 95% da receita está comprometida com a despesa, restando poucos recursos para investimento em obras ou políticas públicas. Outro entrave é que essas prefeituras não possuem técnicos em seus quadros de servidores, o que dificulta a elaboração de projetos.

Essa incapacidade de investimentos resulta em cidades com precárias estruturas urbanas, situação que termina sobrecarregando tanto Cuiabá quanto Várzea Grande, onde a busca pelos serviços é bastante grande, principalmente na área da saúde.

Um dos exemplos que ilustram isso com clareza é frágil gestão da água do rio Cuiabá, citado como o maior bem da região. Existem cidades no rio acima e no rio abaixo, mas não se vê a preocupação com a questão do tratamento nem da água consumida nem pelo esgoto despejado no seu leito.

Outra questão que exige soluções conjuntas é o lixo, ainda vemos cada cidade buscando soluções individualizadas, isso mostra que os gestores não pensam a região como área metropolitana, onde a ação de uma afeta a vida de outra diretamente.

Ao final dos trabalhos a presidente da Agem, Tânia Matos, agradeceu ao presidente Justino Malheiros (PV) e ao vereador Dilemário Alencar (PROS) pela cessão do espaço. Também estiveram presentes na audiência os vereadores Dr. Xavier (PTC), Orivaldo da Farmácia (PRP), Felipe Wellaton (PV), Misael Galvão (PSB).

Secretaria de Comunicação
Etevaldo ‘d Almeida


Galeria

Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
27/03 - Xavier “abre as portas” do social
SESSÃO AO VIVO
INFORMES

Câmara Municipal de Cuiabá - Rua Barão de Melgaço - Praça Phascoal Moreira Cabral
Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-901 - Fone: (65) 3617-1500
Todos os direitos reservados © 2013 - Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação