Início
NOTÍCIAS
10/04/2017
Representante do Ministério da Saúde participa de audiência pública e sugere censo dos usuários e mapeamento dos locais utilizados para o consumo da droga
Hozeander Antônio- Assessoria de Imprensa

Promovida pelo vereador Abilio Junior (PSC), a audiência também contou com a participação de representantes da Secretaria Municipal de Saúde, de Entidades Terapêuticas, Polícia Militar, Secretaria de Ordem Pública, dentre outras entidades civis organizada.

Elaboração de um censo dos usuários de drogas, levantamento dos locais apontados como ‘cracolândia’ na região do Centro Histórico de Cuiabá e desenvolvimento de ações planejadas e intersetoriais. Essas foram as principais indicações feitas durante a audiência pública, realizada na Câmara de Vereadores de Cuiabá, nesta segunda-feira (10-04).

A audiência foi promovida pelo vereador Abilio Junior (PSC), com o objetivo de debater sobre ações e políticas públicas voltadas para o resgate da dignidade e da saúde das pessoas em situação de vício e vulnerabilidade social, instalados na região do Centro Histórico de Cuiabá, bem como o direito do uso seguro do espaço pelos transeuntes e turistas que possam visitar o local.

O debate contou com a participação do coordenador de Saúde Mental do Ministério da Saúde, psiquiatra Quirino Cordeiro, que dentre as sugestões feitas, apontou a necessidade de um censo dos usuários de drogas da região, bem como o levantamento de áreas utilizadas por essas pessoas e as unidades de apoio a elas.

“Com o contingente populacional de Cuiabá, cerca de 600 mil pessoas, seriam necessárias pelo menos seis unidades de apoio psicossocial. Contudo, o município dispõe de apenas dois centros, sendo um mantido pelo Estado e outro pela rede municipal, conforme foi nos repassado”, disse Quirino, informando que à tarde reuniria com as Secretarias de Saúde de Cuiabá e do Estado para tratar sobre mecanismos de ampliar essa rede, e também rediscutir sobre o descredenciamento do Hospital Pisiquiátrico Adalto Botelho. “Temos que rever essa questão. Pois é a única unidade de tratamento em formato de internação de pessoas com problemas dessa natureza”, completou o psiquiatra.

Além do Ministério da Saúde, a audiência contou com a presença de representantes da Polícia Militar, Secretaria de Saúde de Cuiabá e do Estado, Entidades Terapêuticas, Conselhos de Segurança, Defensoria Pública, Secretaria de Ordem Pública, dentre outras entidades civis e organizada.

Ao final, o vereador Abilio se comprometeu a cobrar das entidades públicas responsáveis a elaboração e execução do censo dos usuários maior fiscalização da Universidade Federal de Mato Grosso, bares e demais pontos do Centro Histórico da Capital, quanto ao consumo livre e indiscriminado de drogas a realização de novas audiências públicas para intensificar a temática a elaboração de projeto municipal de políticas voltadas para pessoas moradoras de rua a inclusão de profissionais de psiquiatria e psicologia nas escolas de rede pública municipal e a reativação do Centro POP, da Secretaria de Assistência Social de Cuiabá.

Também estiveram presentes na audiência os vereadores Felipe Wellaton, Marcos Veloso, Dilemário Alencar e Misael Galvão.

Dana Campos
Assessoria/Vereador Abilio Junior 
 (PSC)



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
20/10 - Câmara cumpre lei trabalhista
20/10 - NOTA À IMPRENSA
20/10 - Associação cobra fortalecimento da rede em prol da adoção
19/10 - Pauta desta quinta-feira apresentou cinco proposituras
19/10 - Vereador Orivaldo da Farmácia reúne-se com Prefeito por asfalto no Jd. Industriário II
19/10 - As duas sessões da Câmara passam acontecer às terças-feiras sem interferir no tempo de duração
19/10 - Câmara de Cuiabá promove orientação aos servidores sobre o Câncer de Mama
18/10 - NOTA DE ESCLARECIMENTO
18/10 - Prefeitura de Cuiabá pega “carona” em projetos, dispensa licitações, dando margem a ações para corrupção, alerta representante de ONG nacional
SESSÃO AO VIVO
INFORMES

Câmara Municipal de Cuiabá - Praça Moreira Cabral
Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Todos os direitos reservados © 2013 - Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:30hs às 13:30hs.