Início
NOTÍCIAS
22/05/2017
Há três meses sem repasse da SMS, Policlínica do Verdão sofre com falta de suplementos para atender população
Assessoria/Vereador Abilio Junior
A Policlínica do Verdão está com déficit de suplementos para atendimento básico ao cidadão usuário do Sistema Único de Saúde (SUS). Em uma visita feita na última quarta-feira (17-05), o vereador Abilio Junior (PSC) recebeu uma lista de aproximadamente 700 materiais que havia sido solicitada junto à Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Desse montante, somente 98 produtos, ou seja, menos de 15% foram destinados à unidade hospitalar, que atende entre 200 a 400 pessoas, dependendo do dia da semana.
 
De acordo com o coordenador da policlínica, Flávio Eduardo Barbosa de Souza, os materiais são de natureza técnica e administrativa, fundamentais para o atendimento ao público como, por exemplo: aparelho de raio X, formulário de exames laboratoriais, bateria para glicosímero, papel higiênico, luva, dentre outros.
 
“Muitas vezes tiramos dinheiro do nosso próprio bolso para comprar alguns desses materiais como, desinfetante, livro-ata, resma de papel, etc.”, disse o coordenador, ao mostrar o almoxarifado ao vereador. Recentemente, disse Flávio, os consultórios foram pintados graças à arrecadação feita pelos funcionários da unidade.
 
Além do atraso de repasse desses materiais, a policlínica passa por outros problemas, como o banheiro disponível aos usuários, de uso comum entre homens e mulheres. “O mau-cheiro aqui dentro é muito ruim”, disse a vendedora Glória dos Santos, de 26 anos, que aguardava pela a irmã que estava em atendimento.
 
Outras situações apontadas pelo coordenador e já vistoriadas pelo vereador em outras ocasiões, foram o concerto dos ares-condicionados e a necessidade de mais acolhedores (pessoas que realizam o critério de atendimento urgência/emergência na recepção da unidade), pois atualmente há apenas um profissional que desenvolve esse trabalho junto à unidade. Além disso, apontou Flávio, também há necessidade de pelo menos mais dois profissionais para auxiliar na limpeza e manutenção da higiene do local.
 
“Hoje contamos somente com duas profissionais. Ainda assim, sem terem conhecimento técnico de limpeza em ambiente hospitalar, fator esse que pode contribuir para o risco de contaminação. Pois já nos deparamos com elas fazendo a limpeza comum dos ambientes”, explicou Flávio.
 
Para Abilio, a situação da saúde do município é preocupante, tendo em vista que na semana anterior esteve no local e constatou a ausência de plantonistas, além de um aviso na recepção da unidade informando que não havia atendimento para o cidadão que fosse avaliado como paciente ‘verde’ e/ou ‘amarelo’, que não são considerados como pacientes de ‘urgência’ e ‘emergência’. 
 
“Vamos cobrar da Secretaria de Saúde mais atenção para essas demandas. Outra medida será estudarmos um projeto de lei que visa a possibilidade de desenvolvimento de parceria entre a unidade (poder público) e pessoas físicas e jurídicas para realização de reformas, execução de serviços autônomos e demais doações”, afirmou Abilio, que deverá apresentar essas demandas em plenário desta terça-feira (23-05).

Dana Campos
Assessoria/Vereador Abilio Junior


Fotos Relacionadas

Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
28/06 - Conscientização da violência contra a pessoa idosa é tema da Tribuna Livre desta terça
28/06 - Lei aprovada conscientiza munícipe a preservar o Rio Cuiabá
28/06 - Tribuna expõe projeto de Revitalização do Centro Histórico de Cuiabá
28/06 - Presidente da Câmara atende mais de 78 bairros com serviços e obras
28/06 - Vereadora propõe discussão sobre a cidadania LGBTQIA+ durante Tribuna Livre
28/06 - Vereadores analisam pareceres na sessão ordinária desta terça-feira
28/06 - Vereador realiza sessão solene alusiva ao Dia do Meio Ambiente
28/06 - Vereadora realiza audiência pública para discutir políticas públicas aos imigrantes
28/06 - Vacinação contra Influenza é ampliada para toda a população cuiabana nesta terça-feira (28)
27/06 - Lei que trata da publicização do fluxograma da jornada do paciente TEA ou outra neurodiversidade é promulgada
27/06 - Agora é lei Semana de Combate à Fome em Cuiabá
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.