Início
NOTÍCIAS
07/06/2017
CREAS para Ressocializar
Assessoria de Gabinete
Vereador Luís Cláudio
Não é possível a ressocialização de um adolescente no atual sistema brasileiro de guarda de menores infratores, que na maioria das vezes, põe no mesmo espaço, menores infratores de alta periculosidade com aqueles que já estão na fase de voltar ao ceio da sociedade. Além disso, faltam políticas públicas, que definam o rumo dos menores infratores ao deixarem as casas de custódias existentes no país. Qual o futuro desse cidadão, que cometeu crimes e cumpriu punição por certo período, mas ao ser colocado em liberdade, não vislumbra o horizonte a ser seguido?

Recentemente, a Câmara de Vereadores de Cuiabá, sob a iniciativa da bancada do PP, debateu as variáveis desse tema complexo e exaustivo como forma de alternativa para tratar os menores infratores mato-grossenses. Depois das evidências de que algo precisa ser feito neste setor, a conclusão foi à criação do Centro de Referência Estadual Especializado de Assistência Social (CREAS/MT). O CREAs atenderá aos infratores do Pomeri, sediado em Cuiabá, com maior atenção, evitando tratar os casos de maior gravidade junto com os de menor gravidade na mesma esfera de atendimento.

Ainda dentro das propostas da audiência pública, o CREAS terá atenção exclusiva dos poderes constituídos sendo direcionados para o sistema sócio educativo, com a participação da Prefeitura de Cuiabá, do Governo do Estado, dos Agentes Públicos envolvidos nessa causa e dos Tribunais de Justiça e de Contas de Mato Grosso.

A proposta do CREAS será avaliada por uma comissão formada pelos membros de cada um dos órgãos citados com a expectativa de ser viabilizada em um curto espaço de tempo. Isso por quê, as evidências envolvendo os jovens no mundo do crime mostram a urgência de tratarmos o assunto com seriedade e serenidade.Infelizmente, a cada dia, a dura realidade das famílias que têm seus jovens envolvidos com a criminalidade cresce em Mato Grosso e Cuiabá. Da mesma forma, os índices de famílias vítimas da criminalidade dos jovens infratores.

Os dados de pesquisas também são base de estudos e de preocupação de que o Estado deve ser mais efetivo no tratamento desse problema de ordem social em nosso Mato Grosso. O Censo populacional do IBGE de 2010, que também pesquisou os aspectos da violência, Mato Grosso no ano passado, nos colocou em 153º lugar do Brasil, com adolescentes de idade de 12 e 17 anos, envolvidos com algum tipo de violência. De lá para cá, a mudança não para o lado positivo da redução desses jovens fora do crime. Ao contrário, só aumentou.

Temos mecanismos de atendimento a esses jovens até eficazes em determinados momentos, como provas da recuperação de alguns deles, que se redimem de suas ações criminosas e voltam para a sociedade. Mas pode ser comparada a uma gota no oceano, quando não há o envolvimento da sociedade em geral para mudarmos a realidade dos nossos Pomeri Brasil afora.
 
Luis Claudio é vereador em Cuiabá



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
11/08 - Escola é revitalizada no bairro Altos da Glória por indicação de Misael Galvão
10/08 - Artigo| Volta às aulas somente com 100% de segurança !
10/08 - Nota de Pesar | Adir Sodré
10/08 - Lei de Diego Guimarães institui plano emergencial de ativação econômica em Cuiabá
10/08 - CPI do Feminicídio encerra os trabalhos
08/08 - Nota de Pesar | Bispo Dom Pedro Casaldáliga
07/08 - CPI do Saneamento prossegue com oitivas nesta sexta
07/08 - Vereador Abilio homenageia a Polícia Militar pelos 13 anos da Coordenadoria de Assistência Social
07/08 - Projeto aprovado em sessão homenageia líder comunitária do 1º de Março
07/08 - Sala da Mulher entrega kit combate covid-19 para área da limpeza
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.