Início
NOTÍCIAS
02/03/2018
Nesta quarta-feira (07), Câmara fará culto ecumênico em homenagem às mulheres
Brunna Maria - CMC
Nesta quarta-feira (7), as mulheres receberão uma homenagem especial por parte da Coordenação de Cultura e Resgate Histórico da Câmara Municipal de Cuiabá (CCRH). A solenidade terá lugar na capela do Legislativo, a partir das 9h, aberta especificamente às servidoras da Casa de Leis. 

Na oportunidade, será realizado Culto Ecumênico e palestra sobre o tema "Feminicídio". A palestra será ministrada por Juliana Palhares, Delegada da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) de Cuiabá. Além dessas atividades, haverá sorteio de brindes, "coffe breack e apresentações artísticas. A previsão de encerramento é às 11h, segundo explicou o coordenador de Cultura Rafael Neto. 
 
"Nós tivemos essa ideia justamente para que a mulher, como um todo, independente de categoria, cor, raça, credo e classe social, tenha sua devida valorização. Sabemos que as mulheres são as que mais trabalham, pois estendem a labuta profissional também  aos afazeres domésticos, empenhando-se diuturnamente na condução dos lares e negócios familiares. Até costumo questionar: O que seria de nós, homens, se as mulheres não marcassem essa presença de forma tão sólida e companheira, por vezes resolutiva? Porque falta aos homens, isso é fato, muitas vezes, a racionalidade e sensibilidade que as mulheres detêm sobre certos aspectos da vivência humana", frisou Neto.
 
Sobre o Feminicídio, tema da palestra-chave do evento, o coordenador disse que o País e o mundo vivem hoje uma situação de angústia pelo massacre que as mulheres sofrem indiscriminadamente. "São crimes hediondos, que chocam a população. Nosso propósito é despertar um alerta-geral, pois o perigo, conforme registros policiais, reside na maioria das vezes dentro dos próprios lares, quando o companheiro se torna o algoz da mãe de seus filhos. Infelizmente, o Brasil lidera aterrorizantes índices estatísticos a respeito desse tema. Daí a necessidade de que a sociedade esteja em alerta e, a partir daí, possa mobiliza ações capazes de promover reversão nesse quadro. A princípio, é difícil, mas com a imposição de esforço geral das autoridades e pessoas conscientizadas, esse lado cultural tão mórbido tende a se reverter. Então, as mulheres estarão mais protegidas", concluiu o Coordenador CCRH.
 
Fonte: Site Veículos da Hora


Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
03/06 - Nestor Fidelis ratifica declarações a Defaz durante oitiva junto a CPI da Semob
03/06 - CPI do Feminicídio realiza três oitivas nesta quarta-feira
03/06 - CCJR analisa 23 processos legislativos em reunião ordinária
03/06 - Obras de pavimentação do bairro São João Del Rey estão à todo vapor e rua receberá rede de esgoto
03/06 - Riva não nega participação de Emanuel Pinheiro em esquema de ‘mensalinho’
03/06 - Atendimento preferencial aos contadores e técnicos de contabilidade agora é lei
02/06 - Nota de Pesar | Nadim Abdão Amui
02/06 - Câmara realiza primeira Audiência Pública virtual para discutir Relatório de Gestão da Prefeitura
02/06 - Após indicação do vereador, Juca do Guaraná Filho, ruas do bairro 8 de Abril recebe patrolamento
02/06 - Comissão de Educação suspende apreciação de projeto de autoria do Executivo Municipal
02/06 - Depoimento de ex-procurador na CPI da Semob é adiado
01/06 - José Riva depõe à CPI que investiga prefeito nesta quarta-feira
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.