Início
NOTÍCIAS
06/06/2018
Diego Guimarães cobra equiparação salarial de enfermeiros categoria cogita greve
Brunna Maria - CMC

O vereador Diego Guimarães (Progressistas) apresentou requerimento endereçado à prefeitura de Cuiabá e ao secretário de saúde, Huark Douglas Correia, para que seja justificado o não cumprimento da Lei nº 4.424/2003 e do acordo judicial homologado com Sindicato dos Profissionais da Enfermagem (Sinpen) que garante a equiparação salarial dos enfermeiros contratados com a remuneração dos servidores da mesma área que são concursados. 

“É uma pauta que já foi discutida nessa Casa de Leis, inclusive com ameaça de greve. Nossa intenção é que uma justificativa seja apresentada para que possamos auxiliar o Poder Executivo. Somos diariamente cobrados em todas as vertentes da saúde, mas pelo que foi demonstrado pelo sindicato, tentaram por várias vezes um acordo junto à prefeitura sem respostas. Pessoas vão morrer se essa greve acontecer” disse o parlamentar. 

Desde 2005, o Sinpen vem lutando para conseguir o cumprimento da lei de reajuste o que ocorreu parcialmente com o ex-prefeito Mauro Mendes com a greve de 2013. Agora com Emanuel Pinheiro (MDB) foi conquistado o acordo de cumprimento da lei em audiência de conciliação no Tribunal de Justiça. 

A prefeitura se comprometeu a pagar a partir de janeiro de 2018, o que acabou por não ocorrer sob alegação que iriam estourar o teto da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Sem respostas, o presidente do sindicato, Dejamir Souza Soares, afirmou que “a paciência com a atual gestão chegou ao limite”.

Segundo o presidente, a prefeitura não efetua o pagamento de horas extras já trabalhadas. Ele citou como exemplo os enfermeiros que realizaram horas extras no Pronto-Socorro de Cuiabá. O sindicalista afirmou que não quer que o movimento grevista aconteça, principalmente, porque a categoria sabe dos efeitos de uma greve na saúde pública. Contudo, ele ressaltou que os profissionais estão trabalhando em seu limite. 

“Greve na enfermagem sangra, ela mata. A enfermagem é insubstituível na saúde pública”, disse, afirmando que vem tentando falar com o prefeito, mas sem resultado.



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
14/11 - "Poesia de Luciene Carvalho não tem cor, é simplesmente arco íris inspirador", definem fãs da escritora
14/11 - Fala, Plenário!
14/11 - Lambadão é elevado à categoria de Patrimônio Cultural
13/11 - Dr. Xavier quer redutores de velocidade na Avenida Taubaté, Novo Terceiro
13/11 - "Gato Louco" empreende campanha pelo Natal das Crianças
13/11 - Dia da Consciência Negra é tema na Tribuna Livre
13/11 - Reconhecimento: Bussiki é homenageado por atuação em prol das crianças e adolescentes de Cuiabá
13/11 - Toninho de Souza e a esposa Eliane Souza participam do lançamento da Campanha ”Natal Sem Fome”
13/11 - Audiência delibera pela criação de Plano para Igualdade Racial
12/11 - Vereadores e equipes técnicas de Planejamento e Governo discutem emendas impositivas
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:30hs às 13:30hs.