Início
NOTÍCIAS
09/08/2018
Secretário Antenor Figueiredo discorre sobre ações na Tribuna Livre
Ednei Rosa

O secretário de Mobilidade Urbana da capital, Antenor Figueiredo, esteve hoje (9) na Tribuna Livre da sessão plenária do Parlamento cuiabano, oportunidade em que respondeu a vários questionamentos dos vereadores relativos à Pasta sob seu comando. Para que houvesse tempo hábil à formulação de perguntas e respostas por parte do secretário e seus assessores técnicos, o Pequeno Expediente foi suprimido, sugestão do presidente da sessão, Renivaldo Nascimento, conforme preceitua o Regimento Interno.

Inicialmente, Antenor Figueiredo agradeceu o convite para se manifestar e esclarecer dúvidas sobre os trabalhos desempenhados diuturnamente pela Secretaria de Mobilidade Urbana. “O motivo de estarmos aqui é com base nas solicitações de redutores de velocidade e faixas elevadas em alguns pontos da capital. Dentro do possível, atendemos várias demandas de serviços. Inclusive, estive visitando pontos assinalados pelos parlamentares como necessários de instalação de redutores e faixas. Alguns realmente necessitam, outros não, apenas de faixas de sinalização”.

Ele atribuiu que a maior parte dos atropelamentos acontece por causa da falta de educação no trânsito, “clara imprudência de motoristas e, também, de pedestres”, - apontou. “É um fato concreto. Cuiabá, por sinal, está inserida entre as cinco capitais com maior número de redutores de velocidade, mas os acidentes persistem. A secretaria tem se esforçado para minimizar sinistros no setor,  trabalho contínuo. Também nos defrontamos com uma enxurrada de redutores clandestinos em toda a cidade. São igualmente responsáveis por grande número de acidentes em determinadas vias”.

Segundo afirmações do secretário, ele assumiu a Semob determinado a trabalhar ao máximo no sentido de proporcionar maior segurança aos pedestres e ao próprio motorista. “Todos os contratos {para instalação de redutores e lombadas} estavam vencidos. Faremos, no próximo dia 4 de setembro, um processo licitatório para que mais redutores possam ser construídos. Inclusive, fizemos parceria com a Secretaria de Obras para instalação de redutores emergenciais. Não foi possível isso devido à falta de material básico nas obras”.

Também frisou que a Semob desenvolve suas atividades restritamente atreladas aos critérios do Contran. “Posso ser até indiciado se colocar redutores onde não é permitido, por confrontar normas do Código de Trânsito Brasileiro. O problema é que os muitos motoristas não respeitam os limites de velocidade. O redutor de velocidade – dependendo do condutor – não evita acidentes”.

Sobre o questionamento de ter favorecido a empresa Pantanal Transporte, mediante a retirada do transporte alternativo de circulação, o secretário foi enfático: “Quem retirou o transporte alternativo foi o Ministério Público. Os “micros” que circulam por aí a lei permite”.


João Carlos de Queiroz/Secretaria de Comunicação Social – CMC



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
16/02 - Programas habitacionais devem reservar 5% de moradias às mulheres vítimas de violência doméstica
16/02 - Bussiki quer proibir cortes de luz em finais de semana e feriados
16/02 - CCJR realiza primeira reunião e 38 projetos são distribuídos
15/02 - Câmara aprova seis sessões solenes nesta quinta
15/02 - Vinicyus Hugueney busca espaço amplo para artesãos de Cuiabá
15/02 - Presidente do Parque Geórgia pede ajuda para construção de praça no bairro
15/02 - Câmara de Cuiabá busca referências na CGE para aprimorar o controle interno
15/02 - Câmara de Cuiabá debate situação das barragens em Mato Grosso
15/02 - CCJR realiza primeira reunião e 38 projetos são distribuídos
15/02 - Câmara devolve mensagem da Lei Orgânica da Educação para o Executivo
15/02 - Programas habitacionais devem reservar 5% de moradias às mulheres vítimas de violência doméstica
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.