Início
NOTÍCIAS
02/06/2011
Vereadores discutem com direção do Cuiabá Prev formato de renegociação da dívida previdenciária

O modelo de reescalonamento da divida fundada da Prefeitura de Cuiabá com o Instituto Municipal de Previdência (Cuiabá Prev) será definido pelos vereadores, em diálogo direto com o Poder Executivo. O compromisso foi firmado nesta quinta-feira (02/05), no gabinete da Presidência do Palácio Paschoal Moreira Cabral, durante reunião de trabalho dos vereadores com o presidente do Cuiabá Prev, Ronaldo Taveira, e o secretário municipal de Governo, Lamartine Godoy.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Júlio Pinheiro (PTB), assegura que o zelo dos parlamentares, no aprofundamento da discussão, é para que os previdenciários não sofram prejuízo. “Os servidores do município não podem ser prejudicados e, por isso, a Câmara crê ser necessário um levantamento completo”, explica o presidente da Casa.

A Câmara Municipal está discutindo projeto de lei, enviado pelo prefeito Francisco Galindo Filho (PTB), em que o débito terá prazos alongados e será reformatado, por determinação do Ministério da Previdência Social.

De acordo com o vereador Everton Pop (PP), líder do Executivo na Câmara, é necessário que haja uma ampla discussão, além de um debate com classe. “Faremos uma ampla discussão para o problema seja corrigido,” argumenta.

Segundo ele, será realizada uma reunião na Prefeitura Municipal, na próxima segunda-feira (06/06) às 9h00 com os membros da Cuiabá Prev, vereadores, sindicatos e a classe.

Para Antônio Fernandes (PSDB), a Mesa Diretora vai ouvir o Executivo. “Vamos ouvir o Executivo, primeiramente, em seguida, fazer as sugestões necessárias para resolver todas as pendências,” observou o tucano.

O vereador Doutor Lúdio Cabral (PT) disse que o importante é assegurar que os contribuintes não sofram prejuízos e tenham a garantia de que irão receber o que têm direito.  “Cuiabá é uma das poucas capitais que tem condições de equilibrar sua Previdência e não podemos jogar isso pelo ralo”, emenda Lúdio Cabral.

Ronaldo Taveira recordou que, ao assumir a instituição, o Cuiabá Prev não possuía sequer um centavo em caixa. Hoje, dispõe de mais de R$ 20 milhões. O órgão tem vinculados 7.804 servidores ativos e 1.491 inativos, além de 492 pensionistas.

Adrielle Piovezan com Ronaldo Pacheco



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
21/04 - Indicação de vereador garante limpeza de área verde
21/04 - Vereador Eduardo Magalhães apresenta indicações solicitando serviços em bairros de Cuiabá
21/04 - Empreendedorismo feminino é incentivado com projetos de Maysa Leão
20/04 - Vereadora Michelly pede prioridade de vacinação para gestantes
20/04 - Vidal pede revitalização de creche, implantação de linha de ônibus e saneamento básico em três bairros de Cuiabá
20/04 - Juca do Guaraná Filho participa da posse da nova diretoria COMEC
20/04 - “Provamos que o lockdown é uma medida efetiva”, diz secretária de saúde de Araraquara (SP)
20/04 - Câmara aprova projetos de lei em primeira votação na sessão desta terça
20/04 - Vereador sugere que escolas municipais sejam utilizadas como pontos de vacinação
20/04 - Maysa Leão visita ponto de vacinação na ALMT e pede utilização da 2ª dose em quem ainda não foi imunizado
20/04 - Após luta de vereador, Agentes de Trânsito e de Fiscalização são vacinados contra a Covid-19
20/04 - 14 bairros de Cuiabá recebem indicações do vereador Eduardo Magalhães
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.