Início
NOTÍCIAS
09/08/2011
Comerciantes protestam e Câmara debate VLT

O impasse na escolha do novo Modal de Transportes parece estar chegando ao fim. Esta semana o governador Silval Barbosa (PMDB) pretende escolher entre o Bus Rapid Transit (BRT) e o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). Diante de todo impasse e indecisão os comerciantes da Capital realizaram na manhã desta terça (9) uma passeata nas ruas centrais da cidade para protestar pela implantação do VLT.

Para pleitear o apoio dos vereadores, a convite do vereador Antônio Fernandes (PSDB) o presidente do Fundo de Investimentos de Cuiabá Rowles Magalhães Silva esclareceu as principais dúvidas dos parlamentares. Ele usou a tribuna livre da Casa e pontuou que o preço das tarifas serão mantidas e revelou que o VLT trabalhará com tempos, e segundo ele, não haverá mais atrasos já que de 4 em 4 minutos passará um metrô.

“Nós não estamos trazendo um monstro, ao contrário, acreditamos no Mato Grosso e a população merece, porque o povo trabalha o dia todo nesse calor e não tem um meio de transporte satisfatório e nem calçada para andar”, criticou Rowles.

Grande parte dos vereadores se mostrou aberto aos diálogos. Toninho de Souza (PDT) e Domingos Sávio (PMDB) disseram que a cidade merece o melhor, mas para isso é necessário abrir mais diálogos. “Ainda não recebemos nenhum projeto e não conhecemos a fundo o VLT, por isso não há como se posicionar, mas acredito que tem que existir uma cadeira cativa da Casa nesse debate. Hoje abrimos um espaço para iniciar esse momento”, analisa Domingos.

Já o ex-secretário municipal de Trânsito e Transporte Urbano (SMTU), vereador Edivá Alves (PSDB) aproveitou a oportunidade e exibiu um vídeo com um trecho do Jornal Hoje, da TV Globo, que tratava da integração entre os circulares das grandes cidades. Ele usou o tema para trazer a realidade à Cuiabá e pontuou que se na houver integração o VLT ficará inviável para a sociedade. “Se o trabalhador for do CPA para o Cristo Rei terá que pegar dois ônibus . Se cada passagem for R$ 3 ficará inviável para a cidade”, analisa o vereador.

Ocorre que, o ex-governador e senador Blairo Maggi (PR) defende a implantação do BRT, enquanto o presidente da Assembléia Legislativa José Riva (PP) defende o VLT com “unhas e dentes”. Ao que tudo indica a briga de cachorro grande tem deixado indeciso o governador Silval Barbosa (PMDB), que além disso também se preocupa com o preço do VLT e com os projetos que ainda não foram entregues. No entanto, Silval prometeu que esta semana ele anuncia definitivamente qual será o novo transporte coletivo da Capital.

Assessoria de Gabinete



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
10/08 - Lei de Diego Guimarães institui plano emergencial de ativação econômica em Cuiabá
10/08 - CPI do Feminicídeo encerra os trabalhos
08/08 - Nota de Pesar | Bispo Dom Pedro Casaldáliga
07/08 - CPI do Saneamento prossegue com oitivas nesta sexta
07/08 - Vereador Abilio homenageia a Polícia Militar pelos 13 anos da Coordenadoria de Assistência Social
07/08 - Projeto aprovado em sessão homenageia líder comunitária do 1º de Março
07/08 - Sala da Mulher entrega kit combate covid-19 para área da limpeza
07/08 - Nota de Pesar| Laurice de Souza da Silva
06/08 - Vereadores aprovam e Juca do Guaraná será homenageado com nome em viaduto
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.