Início
NOTÍCIAS
14/08/2013
Capela da Câmara sedia palestra espírita sobre síndrome do pânico
Walter Machado

A síndrome do pânico foi tema de palestra espírita ministrada hoje (14-08), às 8 horas, na capelinha do Legislativo da capital, evento voltado aos servidores. A palestrante, Fransoize Jesus de Magalhães, da direção voluntária do Lar de Amparo Espiritual Eurípedes Barsanulfo (Obras Sociais Wantuil de Freitas), discorreu sobre o perigo da doença e as formas de apoio ofertadas pela entidade, que atende gratuitamente quantos a procurem. A triagem acontece toda segunda-feira, a partir das 20 horas.

 

"Cada caso é um caso. Alguns exigem internação de um dia, uma semana e até de um mês, com acompanhamento espiritual e médico a cargo do doutor Márcio Monteiro. Na terça, tambèm às 20 horas, temos passe e leitura do evangelho. O tratamento é à base de medicamentos espiritual, passes, corrente magnética e água fluidificada". 

 

Fransoize explicou que a síndrome do pânico é um tipo de transtorno de ansiedade no qual ocorrem ataques repetidos de medo intenso de que algo ruim aconteça de forma inesperada. "Há uma série de fatores interligados à síndrome do pânico, a começar pela depressão, que pode levar as pessoas ao suicídio. Se a mente abaixa sua vibração, outras vibrações negativas se instalam e podem gerar doenças psicossomáticas, que exercem ação na saúde do corpo, ocasionada por problemas emocionais, manifestação de emoções, etc".

 

A causa da síndrome do pânico ainda é desconhecida, mas a genética pode ser fator determinante, explica. Segundo pesquisas indicam, se um gêmeo idêntico tem síndrome do pânico, o outro gêmeo também desenvolverá o problema em 40% das vezes. No entanto, a síndrome do pânico em geral ocorre sem que haja nenhum histórico familiar, e é duas vezes mais comum em mulheres do que em homens.

 

Os sintomas normalmente começam antes dos 25 anos, mas podem se manifestar depois dos 30. Embora a síndrome do pânico atinja crianças, normalmente não é diagnosticada até que as crianças sejam mais velhas. Muitas pessoas com síndrome do pânico buscam tratamento primeiro no pronto-socorro, pois os ataques de pânico parecem ataques cardíacos.

 

Maiores informações: 3649.5851 - 9983.1028 (Fransoize)

 

João Carlos Queiroz Secom/Câmara



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
05/03 - Câmara realiza sessão solene em homenagem ao Dia da Mulher
05/03 - Vidal pede ações de tapa buraco, limpeza, instalação de ponto de ônibus e construção de rotatória no 1° de março
05/03 - Emenda do vereador Renivaldo Nascimento garante reforma de praça no Dom Aquino
05/03 - Sargento Joelson cobra entendimento entre executivos
05/03 - Sala da Mulher Vereadora Maria Nazareth Hann completa um ano
05/03 - Vereador Eduardo pede limpeza de escola e de pontos dos bairros Nova Esperança 3, Jd. Industriário 2, e Jardim Botânico
04/03 - Tribuna livre discute situação da mulher negra
04/03 - Assembleia apresenta propostas para serem trabalhadas em conjunto com a Câmara
04/03 - Vereadora defende articulação de forças e políticas contra a fome e pela vacina
04/03 - T. Coronel Paccola cobra prioridade de vacinação para Profissionais da Segurança Pública
04/03 - Câmara adota novas medidas de biossegurança
04/03 - Vereador Eduardo solicita implementação de lombadas, faixa de pedestre e sinalização na pista em frente à escola Dr. Mário de Castro
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.