Início
NOTÍCIAS
07/10/2013
Saad diz que "obras da UPA Pascoal Ramos parecem "passos de tartaruga"
Acompanhados da Defensoria Pública do Estado e do Conselho Municipal de Saúde, os vereadores Ricardo Saad (PSDB), Arilson da Silva, (PT) e Orivaldo da Farmácia (PRP) na sexta-feira (04) no terreno em que está sendo construída a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região sul, localizada no bairro Pascoal Ramos.

A intenção do grupo era verificar o estágio em que se encontra a obra, tendo em vista as constantes reclamações da população daquela região sobre a lentidão da construção.

Também estavam presentes o presidente do bairro, Edmilson Batista de Souza, o "Neno" e alguns moradores da região. O representante da empresa SOS Construtora Ltda e responsável pela obra, José Maria também estava no local.

Inicialmente, ele tentou impedir a entrada dos autorizados no terreno utilizando de palavras de baixo calão. Entretanto, após ser comunicado que a Polícia Militar foi acionada, o mesmo retroagiu e liberou a entrada apenas dos vereadores e dos representantes da Defensoria.

"É um absurdo o que aconteceu. Nós somos representantes do povo e temos o direito de acompanhar o andamento de obras públicas. Cadê o princípio da transparência. Parece que o Executivo não quer que esta obra saia. Ela ficou parada por quase oito meses, foi autorizada a retomada e ainda não tem uma viga levantada. Não sou engenheiro, mas acredito que essa UPA não ficará pronta dentro do prazo. Tem apenas quatro pessoas trabalhando", desabafou Saad.

"Isto nos causa preocupação, pois esta UPA já deveria ter sido entregue. Mas a cada momento surge uma situação diferente", frisou Arilson.

O responsável pela obra alega que a demora na construção se deve a alteração no projeto, no qual foi invertido o posicionamento da unidade de saúde.

"Ele nos disse que como a UPA mudou sua posição é necessário uma máquina específica para fazer algumas perfurações, mas esta máquina só chega no dia 10. Mas disse que está tudo dentro do cronograma. Vamos acompanhar de perto", explica o vereador tucano.

"Vamos fazer um acompanhamento de perto e semanalmente. Isso ficou acertado com os demais vereadores, com o presidente do bairro e com o responsável pela obra", ressalta.

Apesar disso, outras medidas também serão tomadas pelos parlamentares. Será encaminhado um ofício ao Ministério da Saúde, solicitando a visita de alguns técnicos para verificar o estágio em que a obra se encontra.


Kamila Arruda - Assessoria de Gabinete


Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
21/09 - 26/09 - CPI da Saúde
21/09 - 27/09 - Audiência Pública - Relatório segundo quadrimestre de 2018 pelo gestor do Sistema Único de Saúde
21/09 - 28/09 - CPI da Saúde
21/09 - Vereador conclama população para jogo do Cuiabá pela final da Série C
20/09 - Bussiki é nomeado membro do Conselho de Bem-Estar Animal
20/09 - Opinião: O “apartheid” profissional
20/09 - LACEC: Ex-coordenadora afirma ter recebido pedido de pagamento superfaturado e que falta de insumos e reagentes favorece terceirizada
19/09 - POLÍTICA NA MESA: Sorteio de jantar na casa do vereador Felipe Wellaton (PV) será na sexta-feira
19/09 - A importância da representação dos cuiabanos no parlamento estadual e federal: memória e perspectivas
19/09 - Vereador critica proposta do executivo e a avalia como “apartheid” profissional
19/09 - Marcos Veloso apresenta moção de pesar aos familiares de Antônio Mulato
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:30hs às 13:30hs.