Início
NOTÍCIAS
11/04/2014
Situação da UPA preocupa vereador
Secom/ Câmara Municipal de Cuiabá
Vereador Ricardo Saad

O vereador Ricardo Saad (PSDB) pediu que o Executivo Municipal tomasse providências quanto a falta de médicos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região Norte, localizada no bairro Morada do Ouro. A unidade ficou sem atendimento médico devido a falta de profissionais.

Por falta de pagamento, seis dos 10 médicos que atendiam na sala vermelha, setor de emergências da UPA, pediram demissão deixando a unidade sem capacidade de atendimento clínico durante o final de semana.

 

Os profissionais eram servidores terceirizados e estavam sem receber a três meses.

"A cada dia que passa, sem que seja tomada uma providência, a situação vai se agravando. A UPA é a única unidade de atendimento daquela região, porque a Prefeitura fechou as demais. Se ela não tem médicos para oferecer atendimento, para onde os pacientes vão buscar atendimento? Sobrecarregar o Pronto Socorro" analisa o parlamentar tucano.

 

A situação chegou, inclusive, a ser alvo de boletim de ocorrência. Indignados com a situação, uma vez que foram alocados na emergência para auxiliar no atendimento, seis médicos da Prefeitura procuraram o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc) para registrarem os fatos.

Os profissionais tomaram esta atitude a fim de se preservarem e não serem responsabilizados, caso algo grave acontecesse com algum paciente.

 

"Agora, para tapar o buraco de um lugar, abrem em outro e não solucionam o problema. Como vão inaugurar um novo Hospital se não tem condições nem de manter o funcionamento das unidades que estão aí? Isto é um absurdo. Falta gestão, falta compromisso com o povo", reclama.

Com a demissão dos profissionais, que estavam há 3 meses sem receber, a sala vermelha ficou sem médicos na quinta, sexta-feira e sábado da semana passada, no período da manhã. Durante a noite conseguiram médicos para tampar as lacunas. No domingo, entretanto, a unidade ficou sem médicos durante todo o dia, o que levou os médicos da Prefeitura a decidiram registrar um boletim.

 

"Vamos sediar uma Copa do Mundo com a saúde neste estado? Não podemos deixar isso acontecer. Além de atraso salarial, a Prefeitura paga muito mal para os profissionais que estudam por, no mínimo, dez anos. Este é um dos problemas que gera esta instabilidade na saúde".

Assessoria de Gabinete - Kamila Arruda



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
21/04 - Empreendedorismo feminino é incentivado com projetos de Maysa Leão
20/04 - Vereadora Michelly pede prioridade de vacinação para gestantes
20/04 - Vidal pede revitalização de creche, implantação de linha de ônibus e saneamento básico em três bairros de Cuiabá
20/04 - Juca do Guaraná Filho participa da posse da nova diretoria COMEC
20/04 - “Provamos que o lockdown é uma medida efetiva”, diz secretária de saúde de Araraquara (SP)
20/04 - Câmara aprova projetos de lei em primeira votação na sessão desta terça
20/04 - Vereador sugere que escolas municipais sejam utilizadas como pontos de vacinação
20/04 - Maysa Leão visita ponto de vacinação na ALMT e pede utilização da 2ª dose em quem ainda não foi imunizado
20/04 - Após luta de vereador, Agentes de Trânsito e de Fiscalização são vacinados contra a Covid-19
20/04 - 14 bairros de Cuiabá recebem indicações do vereador Eduardo Magalhães
19/04 - Câmara continua com sessões remotas, mantém atendimento externo suspenso e servidores entram em sistema de rodízio
19/04 - Câmara de Cuiabá reabre prazo para pedidos de isenção da taxa do concurso
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.