Início
NOTÍCIAS
03/12/2015
Verba de gabinete de R$ 27 mil é extinta pela Câmara
Secom Câmara de Cuiabá.
Fachada Câmara de Cuiabá.
A Câmara de Cuiabá aprovou na manhã desta quinta-feira (03) o projeto de lei complementar que extingue a verba de gabinete dos vereadores. A medida foi apreciada em regime de urgência e aprovada por unanimidade e já seguiu para a sanção do prefeito Mauro Mendes (PSB).

A proposta, apresentada na última terça-feira (1º), partiu da Mesa Diretora da Casa de Leis. A medida se faz necessária devido a questões orçamentárias. De acordo com o presidente do Parlamento Municipal, vereador Julio Pinheiro (PTB), a Câmara registra um déficit orçamentário na ordem de R$ 2 milhões.

Com a extinção da verba de gabinete, a expectativa é fazer economia e cobrir o déficit orçamentário. “Quando assumimos a presidência da Câmara herdamos da gestão anterior um déficit de mais de R$ 8 milhões. Deste montante, ainda temos um déficit orçamentário de aproximadamente R$ 2 milhões. O financeiro nós já conseguimos equacionar, mas o orçamentário está sendo mais difícil. Esta medida irá nos ajudar a zerar este déficit”, explica o petebista.

A verba de gabinete era de R$ 27 mil. Ela era utilizada apenas para a contratação de servidores. Com a sua extinção, os funcionários passarão a ser contratados pela Casa de Leis e disponibilizados aos gabinetes.

De acordo com o petebista, já está em andamento um estudo acerca da necessidade funcional mínima de cada gabinete. A intenção é constatar a quantidade de servidores que cada parlamentar precisa para desempenhar a sua função.

“O funcionário dos gabinetes dos vereadores tem contrato vigente até 31 de dezembro. A partir daí, todos os contratos estão automaticamente rescindidos. Vamos fazer este levantamento junto aos vereadores para ver a necessidade mínima de cada gabinete. Após isso, vamos disponibilizar os servidores efetivos e contratados da casa e colocar nos gabinetes a disposição do vereador”, explica o presidente.

De acordo com Pinheiro, se após a implantação da medida ainda for necessário a contratação de mais pessoal, será realizado um novo concurso público.

“Caso haja necessidade de ampliação do número de servidores, nós vamos fazer, só que através de concurso público. Nós precisamos fazer a Casa funcionar. Por conta deste déficit orçamentário, estamos tendo dificuldades em vários setores”, finalizou.

Assessoria de Imprensa - Kamila Arruda.



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
18/01 - Vereador alerta para doenças transmitidas por pombos
18/01 - Vereadores renunciam ao mandato para assumir vaga na AL
18/01 - Esclarecimento: Elizeu Nascimento, deixa claro que não se sentiu constrangido com o discurso do sindicalista Antônio Wagner
17/01 - Cyrineu propõe intercambio com Assembleia para o “1º Congresso de Direito Parlamentar”
17/01 - Vereador Orivaldo da Farmácia realizará mutirão de Limpeza no bairro Jardim Industriário I
17/01 - Paulo Araújo e Elizeu Nascimento renunciam mandato nesta sexta (18)
16/01 - Vereador Renivaldo Nascimento avalia que em 2018 foi feito de muito trabalho e de muitas conquistas
16/01 - Sem critério técnico, Prefeitura exonera servidores por não terem “padrinhos políticos”
16/01 - Reorganização Urbana é pauta em Reunião entre Vereador Orivaldo da Farmácia, FACMAT e Prefeito Emanuel
16/01 - Boca de lobo é desobstruída após solicitação do vereador Misael Galvão
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:30hs às 13:30hs.